6 coisas que nunca pode deixar acontecer se quiser emagrecer

6 coisas que nunca pode deixar acontecer se quiser emagrecer

Da próxima vez que subir para a balança e não vir diferenças, respire fundo e pense bem. Tem feito refeições equilibradas? Pratica exercício todas as semanas? Consegue controlar a compulsão por doces? Se respondeu sim a tudo, muito provavelmente, está a cometer erros básicos. Para sermos mais precisos, seis coisas que nunca pode deixar acontecer.

“Não faça dieta mas, sim, reeducação alimentar. É essencial praticarmos uma alimentação saudável e com a qual nos sintamos bem. É isto que realmente vai ajudá-lo a atingir e manter o seu objetivo, seja ser mais saudável, perder ou controlar o peso”, garante à NiT a nutricionista Sónia Marcelo, autora do blogue “Dicas de Uma Dietista“.

Portanto, é por este lema que deve começar. Depois, é igualmente importante não comparar os seus resultados com aqueles que são apresentados pelos seus amigos.

“Cada pessoa tem um metabolismo e um estilo de vida que influenciam a forma e a rapidez com que se consegue perder os quilos a mais. Portanto, é normal que os resultados surjam em momentos diferentes.”

Passar o dia sentado

“O sedentarismo e o facto de trabalharmos várias horas ao computador sentados leva a problemas de circulação e de coluna. Coloque um lembrete no telemóvel ou um aviso no email para se lembrar de levantar-se e fazer pequenos exercícios de alongamentos, além de andar e ou subir escadas”, sugere à NiT a nutricionista Sónia Marcelo. Acredite ou não, vai fazer a diferença.

Ficar o dia inteiro sem beber água

Manter o corpo hidratado constantemente ajuda a controlar a pressão sanguínea e, no processo de perda de peso, previne cãibras, limpa o organismo e melhora o funcionamento do intestino e a absorção de vitaminas. Portanto, não fazê-lo é um grande erro. Compre uma garrafa de água de alumínio que permita manter a temperatura dos líquidos fria e/ou quente e leve-a consigo para todo o lado, independentemente de ir trabalhar ou passear. 

Continuar a usar sal

Toda a gente sabe que deve adicionar menos sal aos pratos que confeciona. Porém, poucas pessoas põem esta dica em prática. A recomendação da nutricionista Sónia Marcelo é, em vez do sal, usar e abusar de ervas aromáticas, como salsa, coentros, manjericão, alecrim e poejo, por exemplo, para temperar e dar sabor aos seus cozinhados. Ao contrário do que possa pensar, nem vai sentir falta do sal.

Faltar snacks saudáveis na carteira ou no carro

Ter sempre sementes ou frutos oleaginosos consigo é essencial. É que assim que tiver fome no trabalho, numa fila de espera ou durante o tempo de viagem até casa, pode sempre petiscar nozes, amêndoas ou avelãs, por exemplo, que são ricos em fibras e gorduras de boa qualidade e promovem saciedade. Também pode ter frutos secos no porta-luvas do carro. Desta forma, evita parar numa pastelaria para cometer tragédias alimentares e quando chegar a casa não ataca tudo o que tiver na despensa.

Continuar a comer depois de se sentir cheio

Comece a fazer este exercício: come metade do que tem no prato e depois faz uma pausa. Se ficar satisfeito e notar que já não tem fome, então, está na altura de pousar os talheres no prato e terminar a refeição. É um truque simples que vai fazer toda a diferença.

Comer à pressa

Tem mesmo de parar de fazer isto. É que ao comer devagar vai sentir-se saciado mais rapidamente e, consequentemente, ingerir menos quantidade de comida. Neste caso, “o truque é pousar os talheres entre garfadas e mastigar cada porção de comida que colocar na boca sete a dez vezes”.

Fonte: Nit.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *