4 dicas para preparar refeições todas as semanas (e conseguir perder peso)

4 dicas para preparar refeições todas as semanas (e conseguir perder peso)

Pode parecer algo sem importância mas manter a cozinha limpa e organizada é uma das dicas quando o objetivo é manter uma dieta equilibrada e perder peso a longo prazo. Arrumar a despensa, o frigorífico e o congelador é fundamental para saber tudo o que tem ao seu dispor e o que falta na lista de compras.

Fazer inventários mensais torna as compras muito mais simples e também vai ser mais fácil perceber o que está a ficar com um prazo mais apertado e deve ser consumido primeiro. Isto também vai ajudar a lembrar-se de alguns ingredientes que podem ter ficado mais escondidos como ervas aromáticas, especiarias ou legumes congelados”, diz a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat“.

A nutricionista também ressalva que os eletrodomésticos essenciais, como picadores, liquidificadores ou raladores devem estar sempre à mão para facilitar a preparação das refeições. Mafalda Rodrigues de Almeida revelou à NiT quatro truques básicos, mas eficazes, que se aplicam a qualquer pessoa que queira também manter o peso ou apenas ser mais saudável.

1. Limpe e organize a cozinha

A primeira dica é arrumar a despensa, o frigorífico e o congelador. Para a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida é mesmo importante fazer um inventário do que tem em casa à sua disposição. Aproveite para fazer uma lista e descobrir que ingredientes estão com o prazo mais apertado e que deve consumir primeiro. Ter este hábito uma vez por mês torna as compras muito mais simples porque vai lembrar-se dos itens que costumam ficar mais escondidos, como as ervas aromáticas, as especiarias e os legumes congelados.

Não se esqueça de organizar a bancada da cozinha para ter espaço para preparar suas refeições com calma. Para armazenar o que sobrou, prefira os recipientes de vidro transparentes. Outra sugestão é comprar uma caneta de giz para identificar o que está dentro de cada pote no frigorífico e no congelador.

2. Tenha tudo o que precisa na cozinha

Se pretende cozinhar em casa, precisa ter alguns instrumentos básicos como picadores, raladores ou liquidificadores. Os eletrodomésticos essenciais devem estar sempre à mão. O mesmo deve acontecer com as boas facas de corte e afiadores, os descascadores de legumes, as espátulas e pinças ou as colheres de pau.

“Os utensílios mais usados devem estar à vista ou com acesso muito fácil para simplificar a preparação das suas refeições”, recomenda a autora do blogue NiT “Loveat”, Mafalda Rodrigues de Almeida.

3. Escolha as receitas com antecedência

Quem costuma cozinhar a maioria das refeições da semana em casa deve planear as receitas para cada dia. Aposte em dois ou três pratos simples que sirvam para aproveitar os restos dos ingredientes em outras receitas ou que combinem com outros acompanhamentos que já tenha feito. Por exemplo, se fizer uma quinoa salteada com passas e amêndoas para acompanhar um prato de carne assada, depois pode aproveitá-la para fazer uma salada fria com atum, ovo ou camarão.

Outra sugestão é cozinhar os legumes de forma diferente para que possa ir combinando cada um. A abóbora, a cenoura, as pastinacas e a batata doce ficam excelentes assadas no forno e também aguentam bem no frigorífico depois de cozinhadas. Os brócolos, o feijão verde, as ervilhas tortas ou os grelos podem ser salteados, e a couve roxa ou a rúcula já cortadas e arranjadas podem ser acrescentadas às saladas.

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida sugere também que deixe prontos dois molhos para as saladas para que possa usar para temperá-las ao longo da semana. Molho de vinagrete com mel e de iogurte com manjericão ou hortelã são ótimas opções para os pratos de verão.

4. Prepare em quantidade

Para poupar o trabalho de fazer a mesma receita mais do que uma vez, pode aproveitar e dobrar a quantidade quando for preparar um prato e congelar uma parte para comer num outro dia. “Os estufados, por exemplo, são um ótimo prato para congelar. Uma lasanha também pode ser montada por inteiro e congelada. Depois, é só tirar do congelador e ir diretamente para o forno e cozinhar a baixa temperatura”, diz Mafalda Rodrigues de Almeida à NiT.

Uma outra dica é comprar peças grandes de carne e cortar em casa a seu gosto. Pode picar para fazer hambúrgueres, cortar em cubos ou fazer rolo de carne. Um frango inteiro pode ser consumido assado ou desfiado para saladas. Já o que sobrar de um peixe cozinhado num dia pode ser aproveitado para sopa ou um wrap mais fresco.

Fonte: Nit.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *