Esta sopa de hospital de 1988 é o novo método milagroso para emagrecer

Esta sopa de hospital de 1988 é o novo método milagroso para emagrecer

Todas as semanas aparecem novas dietas que prometem resultados imediatos na balança. Na década de 80, embora isso não acontecesse com tanta frequência, alguns métodos também se tornaram populares. Foi nessa altura, por exemplo, que apareceu a dieta da sopa milagrosa.

Estamos a falar de uma receita especial criada em 1988 no Hospital Loma Linda, na Califórnia, Estados Unidos. Inicialmente, foi pensada para ajudar pacientes com problemas de obesidade e doenças cardíacas que precisavam de perder peso antes de intervenções cirúrgicas.

Ao longo do tempo, esta dieta acabou por tornar-se popular fora do hospital, sendo agora uma solução para quem quer perder peso rapidamente. Na verdade, vários testemunhos dizem que é possível eliminar 4,5 quilos em sete dias — a duração da dieta.

“Nesse período é permitido comer fruta, vegetais, carnes magras e a tal sopa. É com estes alimentos que se cria uma desintoxicação, fazendo desaparecer as toxinas prejudiciais ao organismo”, explica à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

Por outro lado, os praticantes deste método não podem consumir farinha, gordura ou açúcar.

Deve estar a perguntar-se qual será a misteriosa lista de ingredientes da sopa milagrosa, certo? Ao contrário do que possa pensar, é a mais básica de sempre: três cebolas, um pimento, um tomate, uma couve pequena, um talo de aipo, duas cenouras, dois dentes de alho e água. É tão simples quanto isto.

“Esta dieta apenas deve ser feita em determinadas situações e nunca excedendo os sete dias, porque é uma dieta com restrições e, portanto, se for feita durante mais tempo corre o risco de ter algumas carências nutricionais.”

Segundo a autora do blogue “Manias de Uma Dietista“, pessoas com diabetes e insuficiência renal não devem experimentar este método. Mas, atenção, o plano de sete dias não é apenas à base de sopa. Serão adicionados outros alimentos ao longo dessa semana.

Dia 1

Segundo a nutricionista, o recomendado no primeiro dia de dieta é comer apenas a sopa sempre que tiver fome, assim como fruta (dando preferência àquelas mais ricas em água como é o caso da melancia ou do ananás).

Dia 2

Neste dia só é permitido comer sopa e verduras ao longo do dia. Mas, atenção, deve evitar-se o consumo de feijão, ervilhas ou milho.

Dia 3

Ao terceiro dia, de acordo com a especialista, o plano alimentar diz que se pode ingerir sopa, frutas e verduras sem restrições. Contudo, deve evitar-se o consumo de banana e batata.

Dia 4

“Neste dia pede-se aos seguidores da dieta que comam sopa, leite magro (até seis copos) e banana — estes alimentos irão ajudar a diminuir a vontade de comer doces”, esclarece à NiT Bárbara de Almeida Araújo.

Dia 5

No quinto desta dieta pede-se que sejam feitas duas ou mais refeições de sopa, bem como a introdução de carne de aves ou vermelha com uma salada de tomate. “Assegure-se também de que bebe seis a dez copos de água nesse dia”, diz à NiT.

Dia 6

Tome nota das indicações do penúltimo dia: “Pode comer até três bifes por dia acompanhados de legumes cozidos, mantendo duas refeições de sopa.”

Dia 7

A recomendação para o último dia é introduzir arroz integral, sendo que deve manter o consumo de sopa e legumes cozidos ou crus sem restrições.

“Depois dos sete dias deve manter uma dieta equilibrada e saudável de forma a controlar o peso e evitar voltar a ganhar os quilos perdidos”, explica à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

Fonte: NiT.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *