Porque é que todo mundo recorre a esta fruta quando quer emagrecer?

Porque é que todo mundo recorre a esta fruta quando quer emagrecer?

Existem dezenas de alimentos vistos como verdadeiros aliados numa dieta. No entanto, há um a que toda a gente recorre: a popular melancia. Há várias razões para isso e a NiT diz-lhe quais são.

Comecemos pela mais óbvia: 100 gramas desta fruta significam apenas 26 calorias, pelo que permite reduzir o valor energético diário ingerido.

Além disso, segundo a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, a melancia é maioritariamente rica em água (93,6 por cento), o que faz dela uma boa ajuda para controlar a fome ao longo do dia, já para não falar da hidratação. Aliás, pode dar ao corpo até 25 por cento da água que necessitamos.

Os alimentos vermelhos, nos quais se insere esta fruta, também possuem fito-químicos, como o licopeno e antocianinas, que ajudam a melhorar a nossa saúde cardiovascular, manter uma boa memória e a reduzir o risco de cancro e doenças do sistema urinário.

Mas há mais: é desintoxicante, diurética, refrescante, remineralizante, elimina impurezas da camada mais superficial da pele e reduz os gases intestinais.

Esta fruta é, ainda, uma ótima fonte de ferro, cálcio e vitaminas A, B e C, nutrientes essenciais que podem retardar o envelhecimento. Portanto, motivos não faltam para ser sempre solicitada nas dietas.

Existe uma dieta com base neste alimento — mas não experimente

Perder cinco quilos em três dias é o que promete a dieta da melancia. Como? Com uma espécie de detox bastante restritivo e feito num curto período de tempo, voltando-se depois à alimentação normal.

“Durante três dias é suposto comer-se apenas melancia. Três melancias de nove quilos que podem ser consumidas neste período de tempo, sem horários”, esclarece à NiT a especialista.

A também autora do blogue “Manias de Uma Dietista” explica que depois disso algumas pessoas voltam logo à alimentação habitual, mas também há quem prefira reintroduzir os alimentos gradualmente. 

“Este tipo de dietas é procurado por muitas pessoas porque não exige um compromisso, nem uma mudança de hábitos alimentares a longo prazo. Mas, não havendo mudança de hábitos, a probabilidade de voltar a ganhar peso é elevada.”

Por estes motivos, Bárbara de Almeida Araújo não recomenda o método.

Sabia que há um truque infalível para escolher a melhor melancia do supermercado?

Embora a dieta da melancia seja restritiva, pode e deve incluir esta fruta de forma consciente na sua alimentação diária. Em entrevista à revista americana “Self“,  Green, inspetora do Whole Food Market, revelou quais são os melhores truques para escolher este alimento no supermercado.

De acordo com a especialista, uma forma infalível de encontrar a melhor melancia é procurar uma mancha dourada ou amarelada na casca, os chamados pontos de terra.

“Durante o processo de crescimento, esses pontos começam brancos e gradualmente mudam de cor à medida que o teor de açúcar aumenta. Quando eles chegam a um tom dourado, isso significa que eles amadureceram completamente e estão prontos para serem colhidos”, diz.

Outro indicador é a casca ser firme e brilhante. Ser mais pesada também pode querer dizer que será melhor. As melancias têm uma espécie de caule e, segundo Katy Green, se eles forem duros, encaracolados e verdes significa que está perante uma boa melancia.

“Evite melancia com o caule em tons acastanhados, isso pode ser um sinal de envelhecimento”, alerta.

Agora quem já conhece os benefícios e sabe escolher melancia, além de comer esta fruta na sua forma natural, há receitas em que pode utilizá-la. 

Fonte: Nit.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *